Fale Conosco
  • location_on

    Rua amadeu roldan, 637

Deixe sua Mensagem






Você prefere ser atendido por email ou whatsapp?

Seus dados serão utilizados exclusivamente para análise previdenciária. Não repassaremos as informações a terceiros e nos comprometemos a não enviar Spam.

Auxílio acidentário: tudo o que você precisa saber

Saiba Se Voce Tem Direito Ao Auxilio Acidentario Post (1) - Escritório de Advocacia em São Paulo - SP | Macedo Advocacia - Auxílio acidentário: tudo o que você precisa saber

O auxílio acidentário é um benefício do INSS que gera dúvidas a muitas pessoas na hora de solicitá-lo. Por conta disso, reunimos informações valiosas que te ajudarão a saber se você tem direito a ele.

O auxílio acidentário é um benefício muito importante que serve para amparar trabalhadores que sofreram algum tipo de acidente ou doença decorrente das suas atividades profissionais.

Mas lembramos que ele possui algumas características similares a outros benefícios. 

Não entender como, de fato, funciona, pode impedir que você receba seu benefício, mesmo tendo direito.

Entender o que é, a sua diferença entre o auxílio-doença e acidente, quem tem direito, como requerer e o que fazer quando ele for negado é fundamental para que você não perca tempo e tenha mais agilidade no atendimento à burocracia existente nos órgãos governamentais.

Então, para que saiba se você tem direito ao auxílio acidentário, foi que fizemos o presente material.

Continue conosco nas próximas linhas e boa leitura!

Conheça o que é o auxílio acidentário

O trabalho é algo que nos acompanha desde os primórdios da nossa civilização.

Ele pode ser entendido como o conjunto de atividades que desenvolvemos com intuito de alcançar uma determinada finalidade.

Em nosso modelo de sociedade, é através dele que conseguimos o nosso sustento, temos recursos para atividades de lazer e podemos nos programar financeiramente para nossa velhice, momento em que desenvolver qualquer tipo de trabalho pode ser inviável.

Nesse contexto, percebemos que o nosso corpo é uma ferramenta essencial para o desenvolvimento dessas funções, ou seja, doenças e até mesmo indisposições podem prejudicar muito nosso rendimento, não é verdade?

Mas você já pensou se, eventualmente, no desenvolvimento de seu trabalho, alguém sofrer algum tipo de acidente que o deixasse impossibilitado de laborar?

Essa seria uma situação muito ruim – em alguns casos, até desesperadora, concorda?

Pois bem, com o objetivo de dar amparo a situações como essas foi que surgiu a Previdência Social.

Ela se trata de um tipo de seguro público, cujo os trabalhadores, como os celetistas, têm a obrigação de contribuir com um percentual do seu salário mensalmente.

Muito bom, não é mesmo?

E você sabia que dentre os benefícios que ela disponibiliza aos seus segurados está o auxílio acidentário?

Dessa forma, no caso de um trabalhador celetista se acidentar, ou seja, aquele cuja carteira de trabalho é assinada pela empresa contratante e ele está sob o normativo da Consolidação das Leis do Trabalho poderá requerer tal benefício.

Mas, antes, como a Previdência Social disponibiliza vários tipos de benefícios diferentes, para que a solicitação desse indivíduo seja acatada, ele deverá dar entrada, solicitando o benefício correto, e, para isso, é necessário conhecer o conceito do “auxílio acidentário”.

O auxílio acidentário é um benefício pago ao trabalhador quando ele fica sem capacidade de desenvolver suas atividades profissionais, decorrente de acidente de trabalho.

Bem, ao analisar essa definição, tendo como base o exemplo do trabalhador que trouxemos, ele estava desempenhando suas atividades e não nos resta dúvidas que se tratou, de fato, de um acidente de trabalho.

Porém, existem cenários que podem gerar na mente do segurado o seguinte questionamento:

“Será q