Fale Conosco
  • location_on

    Rua amadeu roldan, 637

Deixe sua Mensagem






    Você prefere ser atendido por email ou whatsapp?

    Seus dados serão utilizados exclusivamente para análise previdenciária. Não repassaremos as informações a terceiros e nos comprometemos a não enviar Spam.

    Quais os benefícios da teleperícia?

    Telepericia No Inss Economize Tempo E Evite O Risco De Contagio Do Covid 19 Post (1) - Escritório de Advocacia em São Paulo - SP | Macedo Advocacia - Quais os benefícios da teleperícia?

    Teleperícia no INSS – Economize tempo e evite o risco de contágio do Covid-19

    Saiba como a teleperícia pode adiantar o seu pedido no INSS sem que você corra riscos

    A telessaúde é alimentada por tecnologias digitais, o que nos permite reimaginar a visita do médico como uma visita domiciliar e até pensar na teleperícia.

    A telemedicina está crescendo em um ritmo acelerado, impulsionada por conexões de Internet mais rápidas, a onipresença de smartphones e dispositivos pessoais e novas plataformas de software que conectam pacientes a médicos de maneira mais fácil e eficiente.

    O aumento da telemedicina é uma prova clara de que nosso sistema de saúde está sendo forçado a se adaptar ao aumento das despesas, o envelhecimento da população e o aumento da prevalência de doenças crônicas.

    A ideia da visita virtual existe há décadas, e a telemedicina foi implantada em especialidades e linhas de serviço, da atenção básica à radiologia, da cardiologia à ortopedia.

    A teleperícia se adapta bem tanto ao atendimento primário quanto ao especialista, permitindo-lhes ampliar seu alcance, tratando paciente onde quer que haja uma conexão com a Internet.

    A teleperícia se torna viável nos dias de hoje?

    Hoje, com a pandemia, e o distanciamento social, a teleperícia se torna mais do que viável, pois garante o atendimento sem expor o paciente ou o profissional da saúde a riscos relacionados ao Covid-19.

    As plataformas de telessaúde de hoje não exigem maiores custos diretos iniciais, além do mais que, em uma período tão conturbado quanto o momento de uma pandemia, investir em uma plataforma de teleperícia para o atendimento do INSS, que é um serviço vital para diversos brasileiros, é mais do que crucial.

    O INSS se encontrava em um processo de acúmulo de atendimento, pois suas agências estavam fechadas por conta do surto de Covid-19.

    Com a teleperícia, as filas começaram a andar, o que representou o alívio de milhares de brasileiros que estavam com processos relacionados ao INSS parados.

    Além do baixo custo para aquisição da solução e a segurança do segurado em tempos de pandemia, a teleperícia pode representar novas situações benéficas para os usuários da saúde em geral:

    • Avança novos modelos de negócios;
    • Melhora o envolvimento do paciente com monitoramento remoto;
    • Expande o acesso ao atendimento e atinge mais pacientes;
    • Melhora os fluxos de trabalho clínicos e aumenta a eficiência da prática;
    • Reduz a sobrecarga de prática;
    • Melhora a qualidade da saúde;
    • Reduz a ausência do paciente;
    • Melhora a satisfação do paciente.

    Vejamos os principais benefícios para pacientes e médicos de telessaúde e como esses novos modelos de teleperícia, aplicadas inicialmente para contribuintes do INSS, podem mudar o jogo para os médicos que buscam novas maneiras de atender aos pacientes.

    Avança novos modelos de negócios

    A telessaúde, como um modelo de negócio, está mudando o paradigma ao promover o atendimento ao consumidor. 

    Os especialistas agora estão descobrindo que podem lançar sua própria plataforma de telessaúde para os consumidores, oferecendo seus serviços online como um banqueiro, agente imobiliário ou outro empresário.

    Com a telessaúde, os médicos podem estender sua base de pacientes além das instalações físicas, estendendo o horário e criando modelos novos e mais convenientes para seus pacientes.

    Melhora o envolvimento do paciente com monitoramento remoto

    O papel cada vez maior do consumismo e do reembolso baseado em valores na área da saúde tem levado hospitais e sistemas de saúde a enfatizar novas maneiras de interagir com seus pacientes para engaja-los no autocuidado.

    Tratar pacientes de forma proativa exige que os médicos ensinem os pacientes a cuidar de si mesmos entre as visitas clínicas. 

    Com o aumento das condições crônicas de saúde, o uso da telessaúde para monitoramento remoto é apenas uma maneira de os provedores médicos melhorarem os resultados e, ao mesmo tempo, cortar custos.

    Hoje, a telessaúde está sendo usada para relatar as diagnósticos do paciente no conforto de sua própria casa, enquanto equipes remotas atuam como treinadores e conselheiros enquanto envolvem os pacientes em sua jornada em direção à saúde.

    O serviço de teleperícia se tornou não apenas possível, mas muito viável para o controle de documentos em relação a cada tipo de paciente.

    Expande o acesso ao atendimento e atinge mais pacientes

    Sabemos que existe uma escassez crescente de médicos; A telessaúde pode ajudar a expandir nossas redes de provedores de novas maneiras para ampliar o acesso aos cuidados.

    A teleperícia pode ser usada para alcançar pacientes em áreas rurais e fora dos sistemas normais de prestação de serviços médicos relacionados ao governo.

    A ferramenta pode ser usada para educação de pacientes de nível médio, bem como para diagnóstico médico, alcançando uma variedade de pessoas de novas maneiras.

    Melhora os fluxos de trabalho clínicos e aumenta a eficiência da prática

    A telessaúde pode aumentar a eficiência do fluxo de trabalho clínico. Ele pode servir como um canal para uma priorização mais rápida da prestação de cuidados, fazendo a triagem de cada caso e melhorando a comunicação ao capturar, armazenar e usar os dados do paciente para uma melhor tomada de decisão médica.

    Muitos profissionais acreditam que aplicar a teleperícia ao nosso sistema de saúde pode implicar na aquisição de algumas das melhores práticas de desempenho em nosso país.

    Essas ferramentas podem ajudar a facilitar as melhorias de desempenho, incluindo o aumento da pontuação de satisfação do paciente.

    Reduz a sobrecarga de prática

    Ao contrário dos caros sistemas hospitalares, os aplicativos utilizados na teleperícia têm baixo custo de implementação.

    O baixo custo de aquisição desse tipo de tecnologia representa um alívio quando se fala de custos para o poder público.

    Com uma visita de telessaúde, o médico trata o paciente em seu telefone, laptop ou outro dispositivo digital.

    Imagine como os custos de viagem, estacionamento, creche e folga do trabalho podem se acumular.

    O esforço adicional necessário para viajar até uma unidade médica remota pode ser estressante, mas são os custos que podem realmente aumentar. Em algumas regiões rurais, os pacientes devem viajar durante a noite para chegar a especialistas em regiões mais urbanas.

    Melhora a qualidade da saúde

    A telessaúde como um todo melhora a qualidade da saúde, especialmente em ambientes rurais. Isso porque a tecnologia pode melhorar a prestação de serviços e o tratamento de condições agudas.

    A telessaúde também está sendo usada para desviar visitas desnecessárias ao pronto-socorro. Ela melhora a conveniência de receber tratamento, permitindo que os pacientes recebam cuidados sem viajar longas distâncias.

    Auxilio Doenca - Escritório de Advocacia em São Paulo - SP | Macedo Advocacia - O INSS indeferiu o seu pedido de auxílio-doença?
    Pedido De Aposentadoria - Escritório de Advocacia em São Paulo - SP | Macedo Advocacia - Pedido de Aposentadoria

    Reduz o não comparecimento do paciente

    O não comparecimento tornou-se um importante centro de custos de receita para a organização e começou a representar uma queda na qualidade do atendimento que estava sendo comprometida, principalmente nas visitas de acompanhamento.

    Melhora a satisfação do paciente

    A satisfação do paciente é um indicador-chave de desempenho da telessaúde. Onde a telessaúde vem sendo aplicada, os pacientes confirmam que a usariam novamente. 

    Esses números encorajaram sistemas do mundo todo a utilizar a teleperícia oficialmente em programas governamentais.

    Como e por que usar a telemedicina?

    Essas são melhorias práticas necessárias em um momento em que cada visita se faz tão necessária e ao mesmo tempo inviável por conta de um momento impulsionado por uma pandemia.

    Os aplicativos de telemedicina permitem que os ortopedistas otimizem os serviços de uma forma que beneficie tanto a qualidade do atendimento ao paciente quanto reduza as despesas gerais de sua prática.

    Quando visto sob esta luz, a adoção de um aplicativo de telemedicina por assinatura baseado em nuvem projetado especialmente para a prática médica não só faz sentido – é uma necessidade impulsionada pelo mercado.

    A teleperícia é uma tendência?

    “O aumento da telemedicina é uma prova clara de que nosso sistema de saúde está sendo forçado a se adaptar ao aumento das despesas, o envelhecimento da população e o aumento da prevalência de doenças crônicas.”

    No entanto, o objetivo da telemedicina não é substituir totalmente as relações paciente-provedor, mas complementar e otimizar a experiência de atendimento. Uma dessas aplicações é a triagem remota de pacientes, que fornece melhor atendimento de emergência e mais acesso à saúde para pacientes em áreas rurais, ao mesmo tempo que reduz os custos de saúde.

    No Brasil, neste ano, estamos testemunhando um aumento no número de sistemas de saúde começando a usar a telemedicina para rastrear pacientes de departamentos de emergência, uma tendência que só vai continuar a crescer.

    O sistema de INSS do Governo Federal aplicou recentemente uma plataforma de teleperícia que está sendo usada atualmente com a finalidade de diminuir o gargalo do atendimento a esse grupo de usuários diferentes.

    Pacientes que são admitidos na sala de cirurgia e estão esperando para serem atendidos por um perito médico para serem aprovados para o processo cirúrgico.

    Com a teleperícia, os pacientes podem primeiro ser atendidos por outro médico ou assistente médico em um “centro de comando” remoto por meio de uma plataforma de tecnologia de videoconferência segura e obter uma liberação para prosseguir com um determinado tratamento mais complexo ou até mesmo retornar às suas funções laborais.

    O médico remoto, ou assistente, examina o paciente com a ajuda de enfermeiras da triagem no local e pode até solicitar novos exames, testes ou prescrever medicamentos.

    A triagem via teleperícia pode ajudar os médicos a fazer uma triagem melhor dos pacientes e permitir que determinem quem precisa de cuidados urgentes primeiro.

    Ele também pode desempenhar um papel fundamental no gerenciamento da falta de médicos e do congestionamento de pacientes, que há muito tempo é a marca registrada das salas de perícia.

    A teleperícia como solução auxilia os médicos, supervisionando pacientes de cuidados não urgentes desde o diagnóstico até a prescrição ou outras recomendações de tratamento.

    A triagem da teleperícia continua a ilustrar como a automação pode ajudar a agilizar as facetas mais rotineiras da saúde, ao mesmo tempo que aumenta a eficiência do médico e otimiza os resultados de saúde.

    As soluções de saúde da teleperícia também podem apoiar a triagem remota de pacientes, facilitando um maior acesso ao atendimento entre as comunidades rurais e carentes.

    Qual o próximo passo da Telemedicina?

    A telemedicina também está se expandindo para incluir coleta de dados biométricos e monitoramento em tempo real, aumentando assim o número e o tipo de casos que podem ser tratados remotamente.

    A telemedicina é amplamente divulgada como uma forma econômica de fornecer assistência médica para profissionais e pacientes.

    Claro, algumas pessoas terão que visitar o pronto-socorro, mas a telemedicina pode ajudar com a triagem dos casos que podem ser resolvidos em uma “visita” virtual ou pelo menos adiados até que uma consulta médica regular seja marcada.

    A telemedicina pode trazer cuidados de longo prazo baseados em valor, otimizando a entrega de cuidados de emergência e urgência, auxiliando na detecção e diagnóstico precoce e ajudando os pacientes a gerenciar mais eficazmente as condições crônicas em casa.

    Do ponto de vista do corpo clínico, a telemedicina corta custos a partir de um ponto de vista técnico: os custos indiretos de uma tecnologia de telessaúde podem ser significativamente menores do que os custos de aluguel, salários e serviços públicos para uma instalação física.

    Os legisladores, provedores de saúde e fabricantes de tecnologia estão começando a tornar a telemedicina mais popular, mas ainda há mais a fazer.

    Melhorar a triagem de pacientes para focar em pacientes de alto risco e aproveitar a telemedicina para monitorar remotamente pacientes com doenças crônicas acabará por reduzir custos, aumentar a eficiência e gerar receita.

    O manejo domiciliar eficaz de doenças crônicas, facilitado com uma combinação de monitoramento remoto de pacientes e telemedicina, seria o catalisador para essa transição.

    Em última análise, a telemedicina será implementada com sucesso na saúde cotidiana quando fornecer cuidados baseados em valor dentro de uma estrutura de reembolso que paga por serviços remotos expandidos e torna mais fácil para os provedores facilitar e cobrar por isso.

    Pontos de melhoria para a telemedicina e teleperícia

    Idealmente, a telemedicina seria primeiro aproveitada para o gerenciamento de doenças crônicas, que constituem a maior porcentagem dos gastos agregados com saúde do país e, portanto, teria o maior impacto na redução de custos.

    Quando os médicos recebem um relatório resumido dos dados do paciente, eles estão mais bem equipados para fazer um diagnóstico preciso e prescrever um plano de tratamento eficaz.

    Do ponto de vista da tecnologia, a telemedicina deve incluir recursos relacionados à aplicação de exames em tempo real para uma experiência mais pessoal e operar em uma rede confiável e rápida para que os provedores de saúde possam compartilhar arquivos com mais eficiência e utilizar o armazenamento em nuvem.

    À medida que a demanda por telemedicina aumenta, esses problemas precisam ser resolvidos para impulsionar uma maior adoção.

    QUERO FAZER MINHA PERÍCIA MÉDICA!

    Rate this post

    Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Macedo Advocacia.

    Contamos com profissionais que possuem grande experiência e conhecimento no direito previdenciário, tanto na esfera judicial, como, também, no âmbito administrativo.

    Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

    Estamos apenas te esperando.

    PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

    Marcadores:

    Então vamos ao próximo passo e realizar uma análise do seu caso?

    Preencha o formulário e saiba como garantir seus direitos.





      captcha

      Comentários

      5 1 vote
      Article Rating
      Subscribe
      Notify of
      guest

      0 Comentários
      Inline Feedbacks
      View all comments

      Endereço:

      UNIDADE:
      Av.Marquês de São Vicente 230,
      18° andar - Barra Funda - São Paulo
      Cep: 01139-000

      Telefone:

      (11) 4706-4739

      E-mail

      contato@macedoassessoria.adv.br

      Macedo Assessoria Jurídica | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

      Powered by: Grupo DPG