Fale Conosco
  • location_on

    Rua amadeu roldan, 637

Deixe sua Mensagem






    Você prefere ser atendido por email ou whatsapp?

    Seus dados serão utilizados exclusivamente para análise previdenciária. Não repassaremos as informações a terceiros e nos comprometemos a não enviar Spam.

    Como pagar INSS por conta própria para se aposentar

    Sabia que é possível pagar INSS por conta para ter direito à aposentadoria?

    Voce E Autonomo Ou Nao Celetista Entenda Como Recolher O Seu Inss Por Conta Blog - Escritório de Advocacia em São Paulo - SP | Macedo Advocacia - Como pagar INSS por conta própria para se aposentar

    No artigo que preparamos, você entenderá como recolher o INSS

    Contribuir com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é uma tarefa obrigatória para quem deseja ter direito a benefícios sociais como aposentadoria e licença-saúde no Brasil.

    Trabalhadores que são regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) têm essa contribuição feita diretamente através das empresas onde atuam. Já os trabalhadores autônomos, ou seja, sem carteira assinada, precisam fazer o pagamento do encargo por conta própria.

    Segundo resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o número de trabalhadores autônomos no Brasil no trimestre que encerrou no fim de maio deste ano era de 25,7 milhões, o maior desde a série histórica iniciada em 2015.

    Você faz parte dos profissionais que optaram pela vida sem carteira assinada? Quer saber mais sobre como pagar INSS e ter direito a todos os benefícios do seguro social? Confira a seguir:

    Benefícios de pagar o INSS

    É comum pensarmos que só os trabalhadores de carteira assinada têm direito a benefícios sociais, mas todo profissional que paga o INSS em dia está apto a receber esses proveitos – e a aposentadoria não é o único deles.

    Todos os trabalhadores que cumprem com o dever de pagar o INSS poderão receber os seguintes benefícios:

    Aposentadoria por tempo de contribuição, idade ou invalidez;

    • Pensão por morte;
    • Auxílio-doença;
    • Auxílio-acidente;
    • Auxílio-reclusão;
    • Salário maternidade;
    • Salário família;
    • Reabilitação profissional.

    Leia também:

    Tipos de contribuição

    Atualmente, existem duas formas principais de pagar o INSS quando se é autônomo: o Plano Normal e o Plano Simplificado.

    Auxilio Doenca - Escritório de Advocacia em São Paulo - SP | Macedo Advocacia - O INSS indeferiu o seu pedido de auxílio-doença?
    Pedido De Aposentadoria - Escritório de Advocacia em São Paulo - SP | Macedo Advocacia - Pedido de Aposentadoria

    Na primeira opção, a contribuição é de 20% do valor do salário. A contribuição mínima é baseada no valor do salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.212,00; já a máxima é fixada pelo teto do INSS, no valor de R$ 7.087,22. A regra permite ainda que autônomos que atendem Pessoas Jurídicas tenham redução de 45% no valor pago mensalmente, já que as empresas precisam obrigatoriamente recolher 11% ao INSS enquanto fonte pagadora.

    Já no tipo simplificado, o valor de contribuição é menor, mas os benefícios também são mais enxutos. A contribuição a ser paga nesta modalidade é de 11%, e só podem escolher esta opção aqueles profissionais que não trabalham para empresas e não têm nenhuma relação empregatícia com Pessoas Jurídicas.

    Esse modelo protege o trabalhador nos casos de doença e invalidez e dá direito à pensão por morte aos familiares. No entanto, ele não permite a aposentadoria por tempo de serviço. Ou seja, o profissional somente terá direito ao benefício ao atingir a idade estipulada.

    O vídeo abaixo ajudará você saber mais sobre o INSS:

    Passo a passo para pagar o INSS por contra própria

    Depois de conhecer os tipos de contribuição, é hora de escolher uma delas e partir para o pagamento do INSS. Basta seguir um passo a passo simples.

    1. Faça a inscrição no Programa de Integração Social (PIS) como contribuinte individual.
    2. Escolha um dos tipos de contribuição que detalhados acima.
    3. Preencha a Guia de Previdência Social (GPS), o “carnê do INSS”, de forma manual ou pela internet.
    4. Pague a Guia em um banco, lotérica ou através do seu aplicativo do banco no celular.

    Macedo Advocacia: apoio especializado para facilitar a garantia dos seus direitos

    Como você percebeu, quem é autônomo e profissionais em geral que não atuam com registro em carteira podem recolher o INSS para ter direito à aposentadoria.

    Fácil, né? Para saber mais sobre como pagar o INSS por conta própria e tirar todas as suas dúvidas sobre esse processo, acesse o site da Macedo Assessoria e converse com um de nossos especialistas.

    Ou, se preferir, clique no botão abaixo e converse conosco. O nosso propósito é facilitar que seus direitos sejam garantidos!

    Preciso de ajuda para garantir meus direitos junto ao INSS!

    Rate this post

    Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Macedo Advocacia.

    Contamos com profissionais que possuem grande experiência e conhecimento no direito previdenciário, tanto na esfera judicial, como, também, no âmbito administrativo.

    Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website; caso prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior direito.

    Estamos apenas te esperando.

    PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

    Marcadores:

    Então vamos ao próximo passo e realizar uma análise do seu caso?

    Preencha o formulário e saiba como garantir seus direitos.





      captcha

      Comentários

      0 0 votes
      Article Rating
      Subscribe
      Notify of
      guest

      0 Comentários
      Inline Feedbacks
      View all comments

      Endereço:

      UNIDADE:
      Av.Marquês de São Vicente 230,
      18° andar - Barra Funda - São Paulo
      Cep: 01139-000

      Telefone:

      (11) 4706-4739

      E-mail

      contato@macedoassessoria.adv.br

      Macedo Assessoria Jurídica | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

      Powered by: Grupo DPG